quinta-feira, 3 de março de 2011

Kick Buttowski

Se o nome soou estranho e atrevido para você, saiba que a intenção do desenho é esta mesma.

Há algum tempo, eu escrevi sobre um desenho animado que era uma das atrações das tardes televisivas de meu sobrinho e que me fez efetuar uma pesquisa para entender a razão de um programa de imagens tão estranhas estar no topo das audiências infantis. Tratava-se de Pinky Dinky Doo, que, curiosamente, segundo análise do Google Analytics, é a postagem mais acessada e lida deste blog (que decepção! - rs). Além disso, nem passou tanto tempo assim, mas eu descobri que Pinky Dinky Doo, incluindo seus recursos pegagógicos, já é visto como um desenho muito infantil pelo Álvaro e seus amigos . "É coisa pra pirralhos!", dizem.

Kick Buttowski: Suburban Daredevil, aqui no Brasil, ganhou o nome de Kick Buttowski: Projeto de Dublê. Trata-se de um baixinho invocado que vive seus dias como se todos os momentos fossem os ideias para grandes aventuras.
Por que as crianças gostam do Kick Buttowski? Bem, a história desse garoto esperto e valente é o que há de mais atraente para uma garotada interessada em aventuras radicais que pareçam próximas de suas realidades. Clarence "Kick" Buttowski  tem o objetivo de se tornar o maior aventureiro do mundo e sua sede por emoções faz com que boa parte das situações corriqueiras ganhem um rumo de adrenalina certa.

Embora tenha apenas 12 anos, Kick Buttowski mais se parece com um adulto em miniatura. O ator Charlie Schlatter, que faz a voz de Clarence no som original, apesar do tom caricato, mantém a voz  do personagem num timbre viril, fazendo com que o garoto pareça um homenzinho obrigado a viver num mundo infantil.

Assim, valente e adulto para sua idade, ele inspira seus amigos a segui-lo com sua destreza e deteminação. Porém, diante de sua própria natureza criança, os desentendimentos e as dúvidas aparecem naturalmente, o  que dá um rumo desenfreado às aventuras e diverte os espectadores do desenho animado.

São questões de vão desde a zoação do irmão mais velho até à disputa de egos com a colega chata da escola. Para completar, existe ainda a irmãzinha mimada, que, em certos episódios, toma um tempo maior do que deveria do irmão "heroizinho", atrapalhando seus planos e suas jornadas.

Acredito que o carisma de Kick Buttowski está no fato de ele ter uma personalidade forte e de estar frequentemente pronto para se renovar e partir para uma nova aventura.

Provavelmente, as crianças gostariam de ter um amigo como Clarence por perto, mas, em se tratando de um mundo mágico, desde que a amizade viesse acompanhada de um controle remoto para desligá-lo nos momentos em que ele fica eufórico ou enfurecido.
Nota: Eu gostaria que as postagens sobre filmes de cinema estivessem no topo do relatório do Google Analytics,  mas, diante da procura por outro tipo de matéria, torço para que o post de Kick Buttowski desbanque o da Pinky Dinky Doo, algo que eu gostei de pesquisar e escrever, mas que já  faz parte de um passado para ser guardado com carinho, e nada mais além disso. #prontofalei - rs.

Em 27/09/2011: Volto aqui, nesta postagem, para registrar que  Kick Buttowski  já superou Pinky Dinky Doo em acessos, conforme o gadget de Postagens Populares e os relatórios do Google Analytics.  Muito legal, visto que gosto muito desse desenho. Porém, ainda é uma pena que as postagens de cinema continuem em baixa. E olhem só o que está em primeiro lugar!!! Essa Lívia Andrade...

10 comentários:

Flávio disse...

Oi Gilvan, sou extremamente saudosista e acho muito curioso o estilo que os desenhos animados adotaram para as crianças da nova geração. As crianças de nosso tempo assistiam produtos com contextos mais adultos , como Caverna do Dragão , Zilion e Piratas do Espaço e naquele tempo o padrão gráfico das animações era precaríssimo. Hoje em dia, a tecnologia possibilita maiores desafios, porém tudo se "fofizou" assustadoramente - e coisas "fofas" como Bobby Esponja é o que há entre a garotada....Será que na verdade eramos adultos no corpo de crianças rs

Gilvan Martello disse...

É, Flávio, estamos em novos tempos. Não são só os desenhos, as próprias crianças têm uma maneira de agir e de se entreter diferente de nossa época. Fico pensando se um Caverna do Dragão, se um Patrulha Estelar, se um He-Man (risos)faria sucesso nos dias de hoje.
Outro dia, descobri que Kid vs. Kat (Disney XD) é um desenho muito legal. Mas nem tudo acabou. Pica-pau, Scooby Doo, Simpsons serão eternos - rs. Abraço.

Docinho disse...

Para falar a verdade gosto mto dos desenhos do canal Dysney XD, apesar de mãe adoro Kick Buttowski, mais gosto mais do Kid vs Kat (sim, sou fã n° 1 eu e meu filhote) e outro bem legal q eu axo q deveria passar aki nas postagens é o Phineas e Ferb. Agora um desenho brasileiro que vem ganhando bastante destaque na mídia é o "Meu amigãozão" do discovery, que por sinal axo mto educativo, que ensina as crianças enfrentarem problemas e como manter e cultivar amizades. Bom aí vão as minhas dicas de desenhos.

Gilvan Martello disse...

Adorei o comentário, Docinho.
Também assisto a Kid vs. Kat (sempre acompanhado de meu sobrinho) e me divirto com as ciladas daquele gato malévolo.
Phineas e Ferb também é um dos desenhos que o meu filhote acompanha. Vou procurar me inteirara sobre o "Meu Amigãozão" para comentá-lo por aqui.
Grande abraço.

Cris disse...

Olá!! Eu e meu filhote também somos super fãs do "meu amigãozão", mas kick nos cativou muito.... Gilvan, você esqueceu de comentar sobre o melhor amigo do Kick, o Gunther, sem ele o Kick fica "sem uma perna" e para alguém tão radical, isso seria péssimo.

Gilvan Martello disse...

Oi, Cris!
Que legal o seu comentário. É verdade, sem o Ghunter, parte do que é Kick Buttowski não teria esse impacto no público. Muitas cenas ficaram ótimas por causa desse dueto. Falando do Amigãozão, é incrível como esse desenho também se projetou, embora eu ache que ele não atinja crianças com mais de 8 anos, mas vai saber...
Um abraço.

Gustavo M. Gomes disse...

Tenho quase 35 anos, sou pai de 02 pivetes de 05 e confesso: sou fã declarado e assumido do Kick Buttowsky! Mais até do que meus filhos que - infelizmente - preferem ver aquela coisa totalmente sem graça do Bakugam.
Ah, e com sua permissão, peguei essa última imagem do nosso herói para usar como plano de fundo do meu computador. :)

Gilvan Martello disse...

Oi, Gustavo!
Ah, claro, essa imagem do Kick Buttowsky ficou bem legal, bem o estilão cínico e esperto dele. Pois é, a gente acaba mesmo gostando de alguns desenhos, mais do que nossos campeozinhos! Na última Páscoa, os ovos de chocolate tiveram de ser do Bakugam, no ano passado, do Ben 10, e por aí vai. Sei que meu primo, que também é pai de um pivetinho de 5 anos (idade dos seus) diz que assiste ao Ben 10 para fazer companhia para o garoto, mas grava os episódios e assiste de madrugada!!
Valeu pelo comentário, Gustavo.
Abraços.

livia maria disse...

Gilvan o Juninho ficou bastante animado quando viu que eu estava lendo uma matéria no seu blog sobre um dos seus desenhos favoritos e particularmente ele me agrada muito, muito melhor do Bob Esponja que eu odeio.É muito bom assistir Kick Buttowsky na hora do almoço ao invés da esponja amarela, já que o meu irmão é o rei da televisão.Mas eu sinto saudades dos tempos em que o Cartoon passava Scobby Doo e desenhos de super heróis...

Gilvan disse...

Oi, Lívia. Eu tive de assistir e entender melhor desse desenho, pois o Álvaro falava muito dele, assim como outras crianças dessa faixa etária. Eu gostei muito, apesar de que, embora um menino, o Kick Buttowsky não parece uma criança. O Cartoon tem mudado muito, mas é uma questão de concorrência com outros canais de desenho.